Notícia

Pedra que rolou em Vila Velha pode levar dias para ser retirada

A empresa responsável pela ferrovia que passa no local já foi notificada e enviou equipes para avaliar a retirada da pedra

Uma loja de ferragens que fica ao próximo ao local também irá ser fechada
Uma loja de ferragens que fica ao próximo ao local também irá ser fechada
Foto: Fernando Madeira

A pedra que rolou em Cobi, Vila Velha, na noite deste domingo (19) deixou pelo menos seis famílias desabrigadas na região. De acordo com Augusto Bandeira Filho, Assessor Adjunto da Coordenadoria da Defesa Civil do município, a empresa responsável pela ferrovia que passa no local já foi notificada e enviou equipes para avaliar a retirada da pedra.

O assessor informou ainda que, apesar de a pedra ter seis ou sete metros de diâmetro, não houve feridos. Ainda assim, um prédio da região teve uma de suas colunas exposta, o que fez com que a Defesa Civil, por precaução, interditasse o local e retirasse as seis famílias, que pegaram apenas alguns pertences.

Uma loja de ferragens que fica próximo ao local também será fechada. O intuito é prevenir os moradores, já que, com a retirada da pedra - que deve levar mais alguns dias -  há possibilidade de abalos causarem novos danos às construções.

A Ferrovia Centro-Atlântica, FCA, responsável pela estrada, foi notificada ontem e já enviou uma equipe de emergência, vinda de Cachoeiro do Itapemirim, para o local. Eles devem estudar a situação da pedra e decidir como será feita a retirada. Bandeira concluiu também que uma vistoria está sendo feita no prédio agora pela manhã.

A prefeitura informou que assistentes sociais cadastraram familiares que preferiram ir para a casa de parentes e amigos. 

Confira a nota da prefeitura sobre o caso: 

Na noite do último domingo (20), uma pedra de aproximadamente duas toneladas rolou sobre a linha do trem no bairro Cobi de Baixo, em Vila Velha. A Prefeitura enviou uma equipe da Defesa Civil do município até o local para averiguar as causas do acidente. Devido ao impacto, da pedra, um prédio teve a sua estrutura abalada, e duas casas foram interditadas por medida de precaução. Não houve vítimas.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Vila Velha, Augusto Bandeira Filho, uma equipe de emergência da Ferrovia Centro Atlântida (FCA), vinda de Cachoeiro de Itapemirim, chega na manhã desta segunda-feira (20), para realizar vistoria e avaliar a situação do local. A equipe da ferrovia deve montar um plano para retirada da pedra.

“Assistentes Sociais da prefeitura cadastraram familiares que preferiram ir para casa de parentes e amigos”, disse o coordenador. A rua continuará interditada para o trânsito local.